Pesquisas em andamento – CILITUR

PESQUISAS EM ANDAMENTO

TURISMO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO NO LITORAL BRASILEIRO: PROCESSOS, CONFLITOS E CONTRADIÇÕES.

Pesquisa em Rede (UFPE, UFRRPE, IFPE, UFC, UFRN, IFRN, UFAL, UFRJ, UFRRJ) com apoio do CNPq Chamada universal – MCTI/CNPq nº 28/2018.

Cristina Pereira de Araujo – Coordenadora.

A presente pesquisa tem como principal objetivo analisar as relações entre a atividade turística, as políticas públicas e seus reflexos na produção social dos espaços litorâneos brasileiros, enfatizando em que medida essas transformações têm gerado uma aceleração dos processos, conflitos e contradições, como a segregação e exclusão socioespaciais e a fragmentação territorial.

Núcleo Pernambuco

Cristina Pereira de Araujo (Professora/ pesquisadora MDU/DAU/UFPE)

Adauto Gomes Barbosa (Professor/pesquisador IFPE)

Otávio Augusto Alves dos Santos (Professor/pesquisador UFRPE)

Laboratório de Estudos sobre Espaço e Política – LEP

POLÍTICAS PÚBLICAS DE TURISMO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO: POSSIBILIDADES E LIMITES DO TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA NO LITORAL NORDESTINO

João Paulo da Silva

Tese (Doutorado em Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal de Pernambuco

Orientadora: Cristina Pereira de Araujo.

Objetivo geral: Analisar as políticas federais de turismo implementadas nos governos Lula-Dilma e suas implicações na produção do espaço no litoral nordestino por meio do turismo de base comunitária.

Hipótese: o predomínio de um modelo vertical e hegemônico de desenvolvimento do turismo na região Nordeste do Brasil, que atende em demasia aos interesses do capital nacional e internacional, impede que o TBC possa se consolidar como uma oferta turística relevante nesses destinos. Apesar do esforço em direcionar ações de incentivo ao TBC durante os governos Lula-Dilma, as relações desiguais de (re)produção do espaço por meio do turismo ainda permanecem as mesmas, privilegiando investimentos em áreas favoráveis aos grandes empreendimentos hoteleiros e/ou empreendimentos turísticos imobiliários.

ESSE IMÓVEL ESTÁ PRA ALUGAR: TURISMO, AIRBNB E MERCADO IMOBILIÁRIO NO LITORAL DO NORDESTE BRASILEIRO

Josiane Nascimento Andrade

Tese (Doutorado em Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal de Pernambuco

Orientadora: Cristina Pereira de Araujo.

Objetivo geral: compreender os processos de transformação que a consolidação da plataforma Airbnb ocasiona nos municípios litorâneos do Nordeste brasileiro, contemplando seus aspectos sociais, espaciais e econômicos relacionados ao mercado de alugueis e ao turismo.

Hipótese: nas capitais e cidades economicamente mais diversas, a plataforma Airbnb  atua desmantelando o mercado de alugueis tradicional posto que captura vários desses imóveis para fins turísticos causando um déficit ainda maior na disponibilidade de domicílios para moradia. Em contrapartida, nos municípios menores e de economia deprimida, o Airbnb aparece como alternativa para complemento de renda, a partir do compartilhamento de um espaço na moradia, assemelhando-se às experiências de turismo de base comunitária tendo, contudo, o controle do capital em mãos estrangeiras.

O TURISMO E A PRODUÇÃO DE ESPAÇOS URBANOS DESIGUAIS: O CASO DE PORTO DE GALINHAS

Gisele dos Santos Lourenço

Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal de Pernambuco

Orientadora: Cristina Pereira de Araujo.

Objetivo geral: a pesquisa busca refletir sobre o papel da legislação urbanística na produção de espaços urbanos desiguais, elegendo, como campo empírico, a localidade de Porto de Galinhas.

O TURISMO E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO NA ILHA DE FERNANDO DE NORONHA

Camilla Andrade Lins

Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal de Pernambuco

Orientadora: Cristina Pereira de Araujo.

Objetivo geral: a pesquisa aborda a relação entre turismo e produção do espaço na Ilha de Fernando de Noronha.

URBANIZAÇÃO TURÍSTICA NO LITORAL PERNAMBUCANO: DAS SEGUNDAS RESIDÊNCIAS AOS EMPREENDIMENTOS TURÍSTICOS IMOBILIÁRIOS

Eduarda de Paula da Silva, Lucas de Souza Silva

Iniciação Científica. (Graduandos em Arquitetura e Urbanismo/Geografia) – Universidade Federal de Pernambuco/Instituto Federal de Pernambuco.

 Orientadores: Cristina Pereira de Araujo, Adauto Gomes Barbosa, Otavio Santos.

O objetivo deste projeto de iniciação cientifica é analisar os processos de urbanização turística no litoral pernambucano tomando como recortes temporais os anos de 2000. 2010 e 2020.

REPERCUSSÕES ESPACIAIS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE TURISMO NO LITORAL PERNAMBUCANO A PARTIR DE 2003

Monica Maria Garcia Raxcaco, Natalia Andrade Rodrigues

Iniciação Científica. (Graduandos em Arquitetura e Urbanismo/Geografia) – Universidade Federal de Pernambuco/Instituto Federal de Pernambuco.

Orientadores: Cristina Pereira de Araujo, Adauto Gomes Barbosa, Otavio Santos.

O objetivo deste projeto de iniciação cientifica é identificar e analisar as principais políticas de turismo e suas implicações espaciais, buscando evidenciar quais setores/camadas da população têm efetivamente se beneficiado de tais políticas (conflitos e contradições).

Núcleo Alagoas

Lindemberg Medeiros de Araujo (Professor/pesquisador do Instituto de Geografia e Desenvolvimento em Meio Ambiente)

Daniel Arthur Lisboa de Vasconcelos (UFAL, Polo Penedo)

Laboratório de Território, Turismo e Desenvolvimento

ERA UMA VEZ UM POVOADO PESQUEIRO: ANÁLISE COMPARATIVA DO FENÔMENO TURÍSTICO-IMOBILIÁRIO NA ZONA COSTEIRA DO NORTE DE ALAGOAS (BRASIL) E DO NORTE DA COSTA BRAVA (ESPANHA)

Manuela Grace de Almeida Rocha Kaspary (graduada em Turismo e mestrado em Arquitetura e Urbanismo)

Doutorado em Arquitetura e Urbanismo – UFAL

Orientador: Lindemberg Medeiros de Araujo

O objetivo deste trabalho é compreender as determinantes e efeitos decorrentes do processo de transformação de cidades-povoados de caráter campesino-pesqueiro em espaços turísticos voltados ao setor de serviços e ao mercado turístico-imobiliário de caráter, a priori, elitista – compara trecho da costa alagoana com trecho da costa espanhola.

Núcleo Ceará

Ricardo Alexandre Paiva (Professor/pesquisador DAUD-PPGAU+D-UFC)

Beatriz Helena Nogueira Diógenes (Professora/pesquisadora DAUD-PPGAU+D-UFC)

LoCAU Laboratório de Crítica em Arquitetura, Urbanismo e Urbanização – UFC

Link http://arquitetura.ufc.br/locau/

Alexandre Queiroz Pereira (Professor/pesquisador PPGEO-UFC)

LAPUR Laboratório de Planejamento Urbano e Regional – UFC

Link: http://www.lapur.ufc.br/

AO SOM DO MAR E A LUZ DO CÉU: DINAMICAS DAS IMAGENS TURÍSTICAS DOS PARAÍSOS LITORÂNEOS NO BRASIL.

Tiago da Silva Castro

Tese de Doutorado em Geografia – Universidade Federal do Ceará

Orientador: Alexandre Queiroz Pereira

Objetivo geral: Investigar as condicionantes fundamentais no processo de criação crescimento e manutenção das imagens turísticas dos balneários do litoral brasileiro.

Hipótese: as imagens turísticas dos paraísos turísticos do litoral brasileiro têm seu processo de formação associado, inextricavelmente, às disponibilidades de condicionantes naturais e à manutenção de considerável quantidade de características alocêntricas dos destinos.

O (DES)ORDENAMENTO TERRITORIAL E A MORFOLOGIA URBANA METROPOLITANA FACE AS REDES DE COMPLEXOS TURÍSTICOS DO LITORAL NORDESTINO.

Nayrisson de Jesus Prado da Silva

Tese (Doutorado) em Geografia

Universidade Federal do Ceará

Orientador: Alexandre Queiroz Pereira

Objetivo Geral: Analisar as dinâmicas e processos do ordenamento territorial no litoral da Região Metropolitana de Salvador, Fortaleza e Recife face ao Complexos turísticos e suas interferências na morfologia urbana, constituídos no Nordeste brasileiro nos últimos 20 anos.

PIAUÍ SE ABRE PARA MAR: ELEMENTOS DO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO LITORÂNEA.

Fabiana da Silva Pessoa
Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal do Ceará
Orientador: Alexandre Queiroz Pereira
Objetivo geral: Analisar como os vetores urbanos atuantes na zona costeira piauiense que determinam a configuração do processo de urbanização e valorização de seus espaços litorâneos.
Hipóteses:Supõe-se que o fato de Parnaíba, ainda sob o status de vila, abranger territorialmente toda a zona costeira piauiense, ao longo do tempo concentrou inúmeros serviços públicos e privados se configurando como um centro polarizador ao norte do Piauí; assim exercendo grande influência na urbanização dos demais municípios costeiros.

A DINÂMICA DAS AÇÕES PÚBLICAS NO ESPAÇO LITORÂNEO-METROPOLITANO DO NORDESTE BRASILEIRO, A PARTIR DA IMPLANTAÇÃO DE COMPLEXOS TURÍSTICOS IMOBILIÁRIOS - CTIS, NO SÉCULO XXI.

Nara Gabrielle de Sousa Silva

Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Ceará

Orientador: Alexandre Queiroz Pereira

Objetivo: Compreender de que forma a dinâmica das ações públicas, sobretudo do poder local, induzem transformações na produção do espaço litorâneo-metropolitano do Nordeste brasileiro, a partir da implantação de Complexos Turísticos Imobiliários – CTIs,  no século XXI.

MORADIA LITORÂNEA E METROPOLIZAÇÃO: TRANSFORMAÇÕES E PERMANÊNCIAS NO ESPAÇO LITORÂNEO DE CAUCAIA – CEARÁ.

Francileuda Pontes Paz.

Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Ceará.

Orientador: Alexandre Queiroz Pereira.

Objetivo geral: Compreender como se dá a formação de áreas de moradia urbana de população de baixa renda na planície litorânea de Caucaia na passagem do século XX para o século XXI.

URBANIZAÇÃO TURÍSTICA NO LITORAL CEARENCE: DAS SEGUNDAS RESIDÊNCIAS AOS EMPREENDIMENTOS TURÍSTICOS IMOBILIÁRIOS

Rivia Nobre Feitoza

Iniciação Científica. (Graduanda em Arquitetura) – Universidade Federal do Ceará

 Orientadores: Ricardo Alexandre Paiva, Beatriz Helena Nogueira Diógenes

O objetivo deste projeto de iniciação cientifica é analisar os processos de urbanização turística no litoral pernambucano tomando como recortes temporais os anos de 2000. 2010 e 2020.

REPERCUSSÕES ESPACIAIS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE TURISMO NO LITORAL CEARENCE A PARTIR DE 2003

Sofia de Sousa Collares

Iniciação Científica. (Graduanda em Arquitetura) – Universidade Federal do Ceará

Orientadores: Ricardo Alexandre Paiva, Beatriz Helena Nogueira Diógenes

O objetivo deste projeto de iniciação cientifica é identificar e analisar as principais políticas de turismo e suas implicações espaciais, buscando evidenciar quais setores/camadas da população têm efetivamente se beneficiado de tais políticas (conflitos e contradições).

Núcleo Rio de Janeiro

Luciano Muniz Abreu

Sergio Moraes Rego Fagerlande  (Professor FAU – UFRJ, Pesquisador PROURB – FAU – UFRJ)

LAURBAM Laboratório de Urbanismo e Meio Ambiente

TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

João Brum Rodrigues (Arquiteto voluntário / PUC)

Marcela Haus Martins, Patrick Carvalho da Silva, Rayane Rosignoli Dames de Oliveira

Iniciação Científica / Voluntária (graduandos/as em Arquitetura e Urbanismo – Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Orientador: Sergio Moraes Rego Fagerlande

O trabalho é parte do estudo das cidades litorâneas brasileiras na rede CILITUR, e está mapeando as atividades do Turismo de Base Comunitária nas 24 cidades do litoral fluminense.

CIDADES LITORÂNEAS, TURISMO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Amanda Rangel, Carolina Magalhães Cardoso Mayrink, Fernanda de Sales Fernandes, Fernanda Ribeiro, João Paulo Noronha Moreira, Priscila Almeida de Oliveira, Thaís de Oliveira Gomes.

Iniciação Científica / Voluntária (graduandos/as em Arquitetura e Urbanismo)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Orientador: Luciano Muniz Abreu

O objetivo geral da pesquisa é sistematizar como tem sido produzido o espaço litorâneo em função do turismo no estado do Rio de Janeiro, analisando a relação entre a atividade turística, as políticas públicas e seus reflexos na organização das cidades litorâneas, considerando seu processos, conflitos e contradições.

TURISMO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO EM CABO FRIO/RJ

Fernanda de Sales Fernandes

Iniciação Científica Voluntária. (Graduanda em Arquitetura e Urbanismo)

Universidade Feral Rural do Rio de Janeiro

Orientador: Luciano Muniz Abreu

O objetivo do trabalho é sistematizar como tem sido produzido o espaço litorâneo em função do turismo no município de Cabo Frio/RJ, na região turística fluminense da Costa do Sol, analisando a relação entre a atividade turística, as políticas públicas e seus reflexos na organização e produção do espaço urbano naquele município, considerando as seguintes interfaces: políticas de turismo e território; urbanização turística e; turismo e conflitos socioespaciais e ambientais.

TURISMO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO EM ANGRA DOS REIS/RJ

Thaís de Oliveira Gomes

Iniciação Científica Voluntária. (Graduanda em Arquitetura e Urbanismo)

Universidade Feral Rural do Rio de Janeiro

Orientador: Luciano Muniz Abreu

O objetivo principal da pesquisa é sistematizar como tem sido produzido o espaço litorâneo em função do turismo no município de Angra dos Reis, na Costa Verde fluminense, analisando a relação entre a atividade turística, as políticas públicas e seus reflexos na organização e produção do espaço urbano naquele município, considerando as seguintes interfaces: políticas de turismo e território; urbanização turística e; turismo e conflitos socioespaciais e ambientais

Núcleo Rio Grande do Norte

Maria Aparecida Pontes da Fonseca. Professora/ Pesquisadora/ PPGE / Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Wagner Fernandes Costa – Professor/ Pesquisador / IFRN)

URBANIZAÇÃO TURÍSTICA NO LITORAL POTIGUAR: DAS SEGUNDAS RESIDÊNCIAS AOS EMPREENDIMENTOS TURÍSTICOS IMOBILIÁRIOS

Luis Eduardo Viana de Farias. Iniciação Científica. (Graduando em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Orientadora: Maria Aparecida Pontes da Fonseca

O objetivo da pesquisa é analisar os processos de urbanização turística no litoral potiguar decorrentes da dinâmica imobiliária.

REPERCUSSÕES ESPACIAIS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE TURISMO NO LITORAL POTIGUAR

Maria Helena Lima de Souza. Iniciação Científica. (Graduanda em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Orientador: Wagner Fernandes Costa

O objetivo deste projeto de iniciação cientifica é identificar e analisar as principais políticas de turismo e suas implicações espaciais, buscando evidenciar quais setores/camadas da população têm efetivamente se beneficiado de tais políticas (conflitos e contradições).

AS NOVAS PLATAFORMAS DE HOSPEDAGENS E A REDEFINIÇÃO DO ESPAÇO URBANO EM NATAL/RN

Mariana de Vasconcelos Pinheiro Beserra .Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Dimas Magalhães Bicalho. Iniciação Científica. (Graduando em Turismo) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Orientadora: Maria Aparecida Pontes da Fonseca

Objetivo geral: A proposição deste estudo tem como finalidade contribuir para a discussão sobre os novos processos espaciais observados nas cidades brasileiras decorrentes da difusão das plataformas de hospedagens, particularmente nas cidades turísticas.